segunda-feira, 26 de novembro de 2007

Mais um desafio para estudantes e investigadores... Balombo considerado passado relevante para a história de Angola

O chefe da secção municipal da Cultura no Balombo, província de Benguela, Daniel Kundy, considerou recentemente que aquela região constitui passado relevante que pode ajudar a enriquecer significativamente a história geral de Angola.
Falando à Angop, o agente cultural disse que dados disponíveis revelam que o Balombo é habitado por povos oriundos de diversos reinos que existiram antes da chegada dos portugueses, isto em 1842. Apontou os reinos do Bailundo, Tchiyaka, Kaconda, Ngaguela e dos Ambós, como provável origem da população que hoje habita o território denominado Balombo, cujo número de habitantes se estima em cerca 169 mil.
O facto de existirem duas versões sobre a provável origem da população do Balombo e tendo em conta os vários vestígios deixados pelos antepassados, a fonte é de opinião, tornar-se necessário que os historiadores aprofundem o estudo sobre esta temática.
"A terminologia dos nomes dos cidadãos também revela as diferenças de origens, pois existem indivíduos cujos nomes indicam que os seus antepassados são dos Ngaguelas como é o caso de Ndala, Muntango e Nhama. Outros são próprios para a província da Huíla como Kavendji, Kavendjele e Kuateiko", argumentou Daniel Kundy.
Os habitantes da região têm como língua nacional o umbundu e comungam os mesmos hábitos e costumes. Os métodos de cultivar a terra e de criar o gado são os mesmos.
No sector cultural têm em comum as danças tradicionais, designadamente tchipuete, nhantcho, litamba, mangando, ndunguma, tchingunfo e thingandji. Texto: Angop, Benguela, 15/10 (foto: Arquivo AJS)

Sem comentários:

JOVENS DEBATEM SOBRE - A JUVENTUDE E OS DESAFIOS DA RECONSTRUÇÃO NACIONAL NAS "NOITE DE PALCO ABERTO"

O debate  destaca a visão dos jovens relactivamente aos problemas que   enfrentam no actual contexto da vida do nosso país e os ...