terça-feira, 4 de setembro de 2007

Praticantes de Karaté em Benguela aprendem novas técnicas

A amizade e o amor pelo karaté reuniram, na província de Benguela, três “raposas” da modalidade, os Mestres Mário, anfitrião, Zeca Santos, vindo da Alemanha, e o Mestre Mando, proveniente da Itália, com a finalidade de oferecer à juventude praticante um refrescamento em técnicas. Três cinturões pretos foram outorgados em duas semanas intensivas, cujos treinos aconteceram no Salão do Bairro da Santa-Cruz e na Casa do Pessoal do Porto do Lobito. Mestre Mário, representante da modalidade de Taekwandoo na província de Benguela, promoveu o evento, marcado pelo cruzamento de três histórias de persistência na vida.

José Santos faz parte do grupo de angolanos que, há 22 anos, foi parar à então República Democrática Alemã por conta do ministério do Trabalho. A residir na Alemanha, Mestre Zeca Santos, como é conhecido, trocou a mecânica pelo karaté, que pratica há mais de 30 anos. Fundou uma academia na especialidade de Taekwandoo, de que tem o 6º DAM.

Mestre Zeca lembra com orgulho que volta a Angola a convite do Mestre Mário, aquele que foi seu primeiro treinador em artes marciais. Não escondeu a vontade de ver jovens mais empenhados tendo como meta a representação do nosso país em próximos jogos olímpicos. “Vi que os alunos estavam um pouco atrasados com a técnica”, considerou. Aliás, também referiu, o Taekwandoo não é modalidade para bandidos, mas sim uma arte que desenvolve não só o corpo mas também o espírito.

Quanto à insipiente participação feminina entre os formandos, Mestre Santos julga dever-se em parte à cultura africana: “Nós, cá na África, quando as mulheres praticam essas artes marciais, muitos pensam que ‘a minha mulher não vai fazer filho ou vai me bater’. Na Europa, temos muitos atletas mulheres. Penso que nos próximos anos vou tentar trazer aqui uma equipa de alemães, que tem também meninas, e as nossas irmãs vão ver como elas trabalham e podem apanhar também aquela vontade”, prometeu.

Já o Mestre Mando, a residir na Itália desde 1989, partilhou com Mestre Santos o mesmo internato, tendo por sua influência optado pelo Taekwandoo.

Reportagem: Bungo Dumbo (Boletim "A Voz do Olho", edição de Agosto)

Sem comentários:

JOVENS DEBATEM SOBRE - A JUVENTUDE E OS DESAFIOS DA RECONSTRUÇÃO NACIONAL NAS "NOITE DE PALCO ABERTO"

O debate  destaca a visão dos jovens relactivamente aos problemas que   enfrentam no actual contexto da vida do nosso país e os ...