terça-feira, 19 de setembro de 2006

Em Luanda mendiga-se de outra forma

Esta imagem captada pela nossa objectiva numa das artérias da capital de Angola, Luanda, retrata o dia a dia de uma mulher que não tem capacidades de se locomover nem mesmo para mendigar. E como ao lado de uma mulher carente, está, quando a natureza permite, um valente homem, este irmão oferece as suas costas como veículo. E não havendo sol que os faça recuar, vão passando de viatura em viatura, no caótico tráfego luandense, na esperança de angariar um pouco que comer. Como dizia alguém "viver às vezes é pensar no que comer hoje... o amanhã logo se vê". Seria engraçado se não fosse triste, mas é assim que muita gente vive, com uma dieta que nenhuma estatística de pobreza prevê. Há que acreditar, entrentanto, na vontade dos homens de fazer para mudar o mundo. É na busca deste mundo de justiça social, de paz, de equilíbrio de oportunidades que a AJS se junta aos esforços de todo o mundo, exercendo advocacia social, educação cívica, entre outros. Será utopia para milhares de pessoas, pode soar mal para outras, porquanto há muita gente que "não presta" neste nosso mundo de sociedade civil, tal como existe gente que trabalha mal em outros sectores.

Sem comentários:

JOVENS DEBATEM SOBRE - A JUVENTUDE E OS DESAFIOS DA RECONSTRUÇÃO NACIONAL NAS "NOITE DE PALCO ABERTO"

O debate  destaca a visão dos jovens relactivamente aos problemas que   enfrentam no actual contexto da vida do nosso país e os ...