segunda-feira, 9 de abril de 2007

Jovens sensibilizam jovens

Se não o fizerem eles, então quem? Se não for já, então quando?
Olá, caro(a) leitor(a)!
É com imenso gosto que voltamos ao seu contacto, nessa segunda edição, da nossa segunda etapa de vida. Muitos assuntos trazemos na bagagem para partilhar consigo.
O mês de Março teve um sentido especial duplo. Se, por um lado, é sempre um prazer renovado viver o mês da mulher, já por outro, teve sabor de mel o regresso às escolas com actividades de sensibilização interpessoal para abordar questões de cidadania e saúde preventiva.
E não é tudo! A maior surpresa foi mesmo o ressurgimento do grupo de Activistas Voluntários, depois de quase dois anos na letargia. Cheio de energias e espírito criativo, conta com o ingresso de adolescentes que se dedicam à prática de teatro comunitário. O Grupo de Activistas Voluntários moradores do bairro da Santa-Cruz, no Lobito, é um colectivo voluntário, amparado pela AJS em 2004. É formado por jovens de ambos os sexos, estudantes, trabalhadores e não só, que doam o seu tempo colaborando na intervenção comunitária e promovem para si próprios oportunidades de aprendizagem e de utilidade ao progresso do país.

A Equipa do Projecto “Viver Contra a SIDA-3, Cidadania e Saúde preventiva” ganha assim mais um parceiro forte. É um exemplo de que os jovens devem assumir determinadas responsabilidades relevantes para a sua vida. Porque se não formos nós, quem? Se não for agora, quando?
(Fonte Boletim informativo, educativo e cultural da AJS e amigos, Edição 2, Março 2007)

Sem comentários:

JOVENS DEBATEM SOBRE - A JUVENTUDE E OS DESAFIOS DA RECONSTRUÇÃO NACIONAL NAS "NOITE DE PALCO ABERTO"

O debate  destaca a visão dos jovens relactivamente aos problemas que   enfrentam no actual contexto da vida do nosso país e os ...